Siegbert Zanettini

 

 

55 11 3849-2557 | 3849-9992
.

@ | WEB
.


Residencial | Residência


Residencial | Residência Brooklin


Médica Hospitalar | Hospital São Luiz


Médica Hospitalar | Hospital e Maternidade São Camilo


Médica Hospitalar | Hospital São Francisco


Médica Hospitalar | Hospital Edmundo Vasconcelos


Pública | CENPES – Petrobras


Pública | Fórum do Meio Ambiente e da Fazenda


 

.Residência | São Paulo, SP


 



.

Trata-se da elaboração do projeto de arquitetura e coordenação dos projetos complementares para Residência de alto padrão situada no bairro do Morumbi em São Paulo.
Exemplo contemporâneo de arquitetura residencial, o projeto incorporou em minúcias as necessidades e anseios da família.
Solução limpa, explorando a iluminação natural em todos os espaços e ambientes e tirando partido da grande perspectiva da cidade que as encostas do morumbi possibilitam. Arquitetura viva e ambientes gostosos, como afirmam seus ocupantes.

Ficha Técnica
Data do Anteprojeto: Dezembro de 2004
Projeto Executivo: 2005
Área da instalação: 400m2
Arquiteto responsável: Siegbert Zanettini
Arquiteto colaborador: Alexandre Barone
Estrutura: Jorgeny Catarina Gonçalves Engenheiros Associados S/C Ltda
Instalações Elétricas e Hidráulicas: JPD LTDA
Ar Condicionado: V. S. Ar Engenharia
Sondagens: Engesolos
Construtora: MFC Construtora

.Residência Brooklin | São Paulo, SP


 











Nome da obra: PROJETO DE RESIDÊNCIA NO BROOKLIN
Data do Projeto: 07/07/2006
Data de execução: 2008
Área do Terreno: 248,60 m²
Área Total Construída: 170,70 m²
N° Pavimentos: 2 pavimentos
Zoneamento: ZER1-05
Categoria de Uso: R1
Nº quartos: 3

EQUIPE TÉCNICA PROJETO DE ARQUITETURA
Arquiteto responsável: Siegbert Zanettini
Arquitetos colaboradores: Camila Faccioni Mendes, Guilherme Margara e Lara Zanetti
Estagiário:Thomaz Silveira Bueno

EQUIPE TÉCNICA PROJETOS COMPLEMENTARES
Empreiteiro:José Ivanir Donato e Equipe
Projeto de Estrutura: Jorgeny Catarina Gonçalves
Projeto de Fundação: Engesonda Solos e Fundações Ltda.
Projeto de Instalações: EAPEC Engenheiros Associados Projeto e Consultoria S/C LTDA.
Fotografia:Marcos Freire
Estrutura Metálica:BMC Estruturas Metálicas
Aquecimento Solar:E2Solar
Iluminação:Wall Lamps Iluminação Ltda.
Piso:Stamp PFA
Perfis Metálicos: Sustenta Perfis Metálicos Ltda
Portão Automático: Automec Automatic Entrance System
Paisagismo: Alamandra
Revestimentos: Eliane S/A Revestimentos
Painel Pastilhas de Vidro: Vidrotil Indústria e Comércio Ltda.
Cama: Quartos & etc
Armários: Ornare
Geladeira e Fogão: Fast Shop
Mesa jantar e sofá preto: Art de vie Interiores
Cadeiras Mesa de Jantar:Isto é Brasil
Poltronas: Take Home
Tapete: Santa Mônica

DESCRIÇÃO SUMÁRIA
As tradicionais vilas em São Paulo que constituem lugares aprazíveis, cuja configuração espacial congrega e aproxima os moradores, possuem na sua grande maioria lotes lineares e estreitos frontalmente e, as soluções arquitetônicas predominantemente adotadas são def icientes quanto à iluminação e ventilação naturais, que ocorrem somente pela frente e pelos fundos ou quando lateralmente, criam ambientes sucessivos de largura limitada.
No entanto, o partido adotado para este projeto reflete uma total inversão de conceitos. Onde normalmente seria edificada uma casa estreita adjacente à rua, predomina um amplo vazio, criando uma agradável transição, como circulação e estar ao ar livre, enquanto que a edificação se desenvolve no espaço duplicado da parte posterior do lote, possibilitado pela incorporação dos fundos do lote vizinho.
O resultado arquitetônico é surpreendente. Todos os generosos ambientes da residência são integrados por um espaço de pé direito duplo, interrompido somente pelo mezzanino de estrutura metálica que acomoda na parte superior a área íntima, composta por duas suítes, sendo a principal separada do espaço geral através de divisórias móveis. Sob o mezzanino encontram-se as áreas de refeições e cozinha totalmente integrados aos demais ambientes do térreo. Os espaços confinados restringem-se ao lavabo, lavanderia, quarto e banheiro de serviço.
As questões de iluminação e ventilação naturais foram resolvidas através das grandes aberturas para a ampla área frontal, para o pequeno pátio posterior descoberto anexo ao estar e pela abertura zenital possibilitada pelo recuo do mezzanino em relação ao lote vizinho.
Cromaticamente a casa, externa e internamente, é predominantemente branca - inclusive todo o piso do térreo feito de placas de concreto brancas de 1,00 x 1,00m -, uniformidade interrompida por um grande painel artístico colorido feito com pastilhas de vidro de autoria do próprio arquiteto, que cobre toda a parede lateral do estar com pé direito duplo.

.Hospital São Luiz | São Paulo, SP


 






Hospital e Maternidade São Luiz - Unidade Anália Franco
São Paulo – SP

Hoje a zona leste é uma das regiões mais populosas de São Paulo e está em constante evolução. Para atender a essa população o São Luiz oferece uma nova opção em atendimento médico-hospitalar de alta qualidade, tecnologia, credibilidade, conforto e dedicação que fazem parte da sua historia.
Ressalta a qualidade da arquitetura deste hospital, que implanta-se ocupando toda uma quadra com clareza na setorização das funções e no disciplinamento dos variados acessos de veículos e pedestres.
O projeto é composto de uma infra-estrutura de 185 apartamentos,mais seis suítes na maternidade e uma no hospital, 36 leitos de Unidade de Terapia Intensiva , 37 leitos de UTI neonatal, oito leitos de UTI infantil e seis leitos de semi –intensiva neonatal, Centro Cirúrgicos com 18 salas, Centro Obstétrico com 9 salas, 2 salas de Delivery room e 4 salas de pré- parto que ocupará área construída de 43.000m².
Aspecto importante, foi a separação da edificação em dois blocos que zoneiam a maternidade da parte clínica e médica do hospital mas se unem num único bloco em todas aquelas funções de trabalho e apoio comuns:centro cirúrgico e obstétrico com o centro de materiais entre ambos; a UTIS de adultos e neonatológica; o conforto médico e de enfermagem; mezanino administrativo e o grande “Lobby”único do térreo onde se situam os vários locais de estar, recepções da maternidade e hospital, anfiteatro,restaurante, espaço ecumênico e um grande envoltório ajardinado.
O projeto do Hospital e Maternidade São Luiz – Unidade Anália Franco apresenta uma série de avanços que o colocam como top na categoria:
Arquitetura contemporânea sustentável desde sua implantação que contemplou todos os aspectos do terreno e seu entorno, nuances topográficos, insolação e ventilação, sua relação arquitetônica com a vizinhança e a utilização harmônica destes novos espaços.
Neste aspecto além da área verde que envolve todo edifício com grande área do térreo, na praça superior que separa os dois blocos, nas varandas dos apartamentos, internamente junto aos espaços de estar e convivência e até sua cobertura.
Completa-se com grande preocupação da questão da Eco-eficiência no uso de farta iluminação natural e ventilação constantes , resultando em grande economia de energia. A própria idéia das varandas são espaços de transição entre o clima quente externo e os ambientes naturalmente aprazíveis.
Utiliza tecnologia limpa com sistema construtivo em concreto armado de vanguarda, como os grandes vãos de acessos externos, o espaço ajardinado que separa a maternidade do hospital, encimado por um heliponto em estrutura metálica. Também em estrutura metálica foram criadas passarelas de ligação entre esses dois blocos assim como marquise lateral, cobertura do restaurante do térreo e marquises do pronto socorro.
Circulações claras que pela sua correta organização praticamente dispersam informações sobre varias atividades e funções do edifício. (Siegbert Zanettini)

Ficha Técnica
Nome da obra: Hospital e Maternidade São Luiz
Proprietário: Hospital e Maternidade São Luiz e Porte Construtora Ltda
Data do Projeto: Jul/2003 à Dez/2003
Obra: Jul/2003 à 2007
Área Terreno: 7.950,00m²
Área Total Construída: 43.816,55m²
N° Pavimentos: 7
N° Subsolos : 3
N° Leitos: 234(int.=192/uti(adulto+inf.=62)
N° Vagas: 380
N° Salas de Cirurgia: 18
N° Salas de Parto: 11

Equipe Técnica
Arquiteto responsável: Siegbert Zanettini
Arquiteta coordenadora: Barbara Kelch Monteiro
Arquiteta : Vanessa de O. Soares Ludescher
Projetista : Elson Matos Cerqueira
Estagiária: Camila de Souza N. Silva
Estagiária: Eduardo Dornelas
Estagiária: Alessandra Salado

Projetos Complementares
Fundações: Portella Alarcon
Estrutura de concreto: CEC – Companhia de Engenharia Civil
Instalações: MHA Engenharia
Estrutura metálica: Edatec / Carlos Freire Escritório técnico
Acústica: Alexandre Sresnewsky
Paisagismo: Marta Gavião
Esquadrias: arqMate
Construtora : Porte Construtora Ltda

Fornecedores (especificados no projeto)
Impermeabilização : Viapol - Torodin
Revestimento Externo : Fulget Revestimentos
Divisórias: Abatex Engenharia em Divisórias
Gesso Acartonado : Placo do Brasil
Revestimentos Cerâmicos : Portobello
Piso Vinílico : Forbo Linoleum Ltda
Piso Elevado : Tate do Brasil
Piso Auto Nivelante : Lisonda :Pisos Esportivos Flexíveis
Granitos : Imarf
Carpetes : Santa Mônica Carpetes e Tapetes Ltda
Bate Macas / Cantoneiras : Inpro Corporation
Pinturas : Tintas Suvinil
Bancadas : Corian - Dupont do Brasil
Esquadrias: Belmetal Produtos e Soluções em Alumínio
Ferragens : Dorma Sistemas de Segurança para Portas Ltda
Louças : Deca
Elevadores : Atlas Schindler

Descrição Sumária
Projeto Executivo – Arquitetura, contendo especificações e detalhes básicos.
Projeto Executivo: 61 folhas A0 - Peças Gráficas + 55 folhas A3 Caderno de Detalhes
Realizada Compatibilização dos projetos complementares e Assistência Técnica à Obra

.Hosp.e Maternidade São Camilo | São Paulo, SP


 

.



.







Ampliação do Hospital São Camilo/ SS
AMPLIAÇÃO BLOCO II e III
Arq. Resp. Siegbert Zanettini
Arq. Thaís Barzocchini
Arq. Camila C. Garcez
Arq. Gilsa Vellini
Arq. FernandoMagalhães
Arq. Ana Marconato
Arq. Barbara Kelch Monteiro
Arq. Eduardo Dornelas
Arq. Alvaro Luis Ikuno
Projetista: Elson Matos Cerqueira

.Hospital São Francisco | Ribeirão Preto, SP


 









Ampliação do Hospital São Francisco Ribeirão Preto/ SP
Colaboradora Erika Bataglia

.Hospital Edmundo Vasconcelos | São Paulo, SP


 













Atrium e Reforma da Internação do Hospital Professor Edmundo Vasconcelos, São Paulo, SP

.CENPES – Petrobras | Rio de Janeiro, RJ


 















Zanettini vence prêmio Green Nation Fest com o projeto do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras
Cenpes foi indicado pelo IAB-RJ na categoria Arquitetura Sustentável e venceu dezenas de concorrentes, em disputa que premiou também filmes, blogs e contas no Twitter
O arquiteto Siegbert Zanettini recebeu o prêmio Green Nation Fest na categoria Arquitetura Sustentável, com o projeto de ampliação do Cenpes – Centro de Pesquisas e Desenvolvimento da Petrobras. Indicado pelo IAB-RJ – Instituto dos Arquitetos do Brasil no Rio de Janeiro, e primeiro lugar na votação do júri popular, a obra foi escolhida entre dezenas de concorrentes. Zanettini, que também participou do evento como palestrante, recebeu a premiação no último fim de semana, no Rio de Janeiro. Além de Arquitetura Sustentável, seis categorias foram premiadas na competição: Filmes, Blogs, Microblogs (Twitter), Álbum de Fotos, Fotos e Cartuns. O evento aconteceu no Rio de janeiro, entre os dias 31 de maio e 7 de junho, com entrada gratuita.
"O objetivo do Green Nation Fest é trazer o tema da sustentabilidade para perto do público, com uma linguagem acessível. Acreditamos que, em arquitetura, esse tema não pode ficar restrito aos profissionais da área, porque um prédio sustentável construído é um exemplo visível para todo mundo. E o festival quis justamente ampliar a discussão. Nesse contexto, Zanettini conseguiu traduzir muito bem essa ideia, tanto na palestra como com a participação do Cenpes na competição", afirmou Marcos Didonet, organizador do evento.
Com histórico de aplicação de princípios de sustentabilidade em seus projetos desde a década de 1960, Siegbert Zanettini assina o Cenpes. O projeto de outubro de 2010 chama a atenção pela grandiosidade e importância para o País. Inaugurado com participação do então presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, abriga 227 laboratórios cuidadosamente projetados para comportar mais de 3.500 cientistas realizando diversas pesquisas ao mesmo tempo. Com arquitetura limpa, segura e ecoeficiente e com co-autoria de José Wagner Garcia, tem foco no equilíbrio e na harmonia arquitetônica, com o dimensionamento adequado de cada espaço. O resultado é que o conjunto oferece conforto ambiental e eficiência energética, com sistemas prediais de utilidades, sistemas construtivos estruturais e de recomposição dos ecossistemas naturais.
Com mais de 50 anos de atuação e forte presença no mercado de construção sustentável, Zanettini já recebeu diversos prêmios por seu trabalho. É arquiteto urbanista e professor titular pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP) e acumula aproximadamente 1,2 mil projetos realizados em mais de 5 milhões de metros quadrados, além de quatro décadas de vida dedicadas ao conhecimento acadêmico. Desde 1966, já recebeu dezenas de premiações, a mais recente delas o Prêmio Socioambiental Chico Mendes, em 2012, pela segunda vez.

.Fórum do Meio Ambiente e da Fazenda Pública


| Brasília, DF











FÓRUM DO MEIO AMBIENTE E DA FAZENDA PÚBLICA
Proprietário/Cliente: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios-TJDFT
End: Lote M, Setor de Administração Municipal
Cidade: Brasília Estado: Distrito Federal
Projeto em execução.

EQUIPE TÉCNICA PROJETO DE ARQUITETURA
Arquiteto responsável:Siegbert Zanettini
Arquiteto coordenador: Thaís Barzocchini
Arquitetos colaboradores: Samara Araujo de Paula, Juliana Matos Martins Bacchi, Alexandre Barone e Éric Fick Gonzalez.

EQUIPE TÉCNICA PROJETOS COMPLEMENTARES
Projeto de Estrutura: Meirelles Carvalho Engenharia e Projetos S/C Ltda
Projeto de Instalações: Giacometti Projetos e Consultoria Ltda
Projeto de Climatização: Unitempo Engenharia Ltda
Projeto de Dados e Voz: Eng. Fernando Autran Jr (TJDFT)
Certificação LEED: SUSTENTAX Engenharia de Sustentabilidade

DESCRIÇÃO DO PROJETO
O partido adotado retratou a concepção dinâmica e inovadora, valorizando a identidade arquitetônica do edifício e atendendo ao plano urbanístico local e aos critérios da certificação LEED do USGBC, através de um extenso trabalho e consultoria especializada desde a concepção inicial. A integração de um conjunto de conceitos multidisciplinares, onde todas as disciplinas projetuais criaram e inovaram, influenciou significativamente no resultado final da arquitetura.
A edificação foi implantada longitudinalmente no eixo noroeste-sudeste. Assim, sua circulação horizontal principal cruza diagonalmente os limites do lote, permitindo o máximo aproveitamento da ventilação cruzada e iluminação natural nos ambientes internos e a criação de terraços verdes e vazios em todos os pavimentos, humanizando o ambiente de trabalho.
As superfícies envidraçadas norte e sul são adequadamente protegidas pelos terraços em balanço ou por telas em aço inoxidável, tensionadas e afastadas 80 cm da fachada, garantindo o sombreamento desejável e o conforto de seus usuários, além da conseqüente economia de energia, pelo abrandamento da carga térmica interior. As superfícies leste e oeste são cegas, evitando a incidência da radiação solar direta e ganhos térmicos indesejáveis oriundos destas orientações.
A estrutura em aço que se desenvolve em uma malha de 1,25x1,25m, lajes steel deck, fechamentos e divisórias em dry-wall, proporcionam espaços e sistemas flexíveis, permitindo fáceis alterações futuras e prolongando a vida útil do edifício com qualidade, maior agilidade no processo construtivo e um canteiro de obras mais limpo.
Por tanto, a proposta aborda o desafio de minimizar o impacto ambiental da construção, resultando em ambientes internos e externos que garantam o conforto ambiental do usuário; eficiência energética do edifício e sistemas; possibilidade de utilização de energia limpa; economia de água com reutilização de águas cinzas e pluviais para fins não potáveis e adoção de metais eficientes; e integração com a paisagem do entorno.

FORNECEDORES
Paredes Drywall: PLACO DO BRASIL
Divisórias Removíveis: ABATEX
Divisórias Sanitárias: NEOCOM SYSTEM – ALCOPLAC PLUS
Vidros temperados/laminados: CEBRACE
Brise vertical em tela metálica: DIMARTINO
Brise horizontal em aluzinc: HUNTER DOUGLAS
Telha metálica zipada: BEMO DO BRASIL
Sistemas de cob. verde: INSTITUTO CIDADE JARDIM
Piso elevado polipropileno: REMASTER
Piso elevado aço: TATE
Piso vinílico: FADEMAC
Piso Cerâmico: CERÂMICAS ELIANE – CARGO PLUS WHITE
Carpete: MILLIKEN – TALKATIVE RAIN 2
Capacho: 3M – NOMAD MODULAR
Rodapé em poliestireno: SANTA LUZIA
Revestimento Ext. em ACM: ALCAN
Revestimento Ext. em Fulget: GRANITORRE
Pinturas: SUVINIL
Revestimento cerâmico: PORTINARI – WHITE PLAIN LUX
Forro Mineral Modular: AMF – FEINSTRATOS MICROPERF C/ HYGENA
Forro Gesso Acartonado: PLACO DO BRASIL
Louças e Metais Sanitários: DECA (DOCOL PARA D.F.)
Ferragens: LA FONTE
Portas automáticas: DORMA
Elevadores: OTIS

| voltar | principal |