Flávio Castro

 

 

55 11 3257-4514
.

@  |  WEB
.


Residencial | Casa Planalto


Residencial | Casa Acapulco


Residencial | Casa Mirante do Horto


Residencial | Casa Pernambuco


Residencial | Casa Barra


Residencial | Casa Souzas


Residencial | Casa 3


Residencial | Condomínio Espaço715


Institucional | Sede Ecoville


 

.Casa Planalto | Planalto Paulista, SP


 























































Casa Planalto
Localização: Planalto Paulista, SP, Brasil
Área construída: 600m²
Área do terreno: 800m²
Ano: 2013

A apropriação dos 800 metros quadrados disponíveis para a implantação da casa (20x40m) acontece de maneira bastante direta. Duas grandes volumetrias perpendiculares entre si demarcam o território e categorizam os usos e funções das demais áreas do terreno.
Um prisma retangular perpendicular ao alinhamento da rua abriga as funções intimas da casa no pavimento superior, ocupando apenas metade do terreno e liberando a outra metade para lazer e paisagismo.
Servindo de apoio estrutural e concentrado apenas no pavimento térreo, outro prisma retangular, mas de distintas proporções, abriga as funções de serviço e sociais da casa.
O volume superior parece pousar sobre o pavimento térreo, o que gera uma série de balanços e desencontros que reforçam o partido arquitetônico. A circulação vertical é o único ponto de toque entre eles.
As vigas metálicas de borda do volume térreo paralelo à rua reforçam a ideia de independência volumétrica entre térreo e superior e revelam ao observador o real funcionamento estrutural da casa. A residência dispõe de uma estrutura mista formada por pilares e vigas de perfis metálicos em “I” e lajes maciças de concreto com 20 cm de espessura.
A plataforma de acesso principal, situada sob o balanço frontal no térreo, proporciona acesso ao corredor de 1,80m de largura que atravessa a planta longitudinalmente, conectando vários ambientes. Após passarmos pela zona de serviço, chegamos ao ponto de acesso às duas principais áreas sócias da casa: as salas e a are de churrasqueira.
Poderíamos considerá-las como áreas, apesar de delimitadas, difusas já que possibilitam uma série de usos além do para o qual foram projetadas.
O mesmo tipo de circulação é reproduzido no pavimento superior, onde a monotonia espacial é quebrada pelos vãos de pé-direito duplo (escada e sala da estar) e pilares isolados.
Um terraço-jardim configura a cobertura do bloco transversal que abriga a área de churrasqueira e garagem. Pode ser acessado através da escada junto à área de churrasqueira, um espaço de múltiplas funções.
Os valores agregados aos materiais aplicados em tal residência como o cromatismo, textura e transparência foram minuciosamente escolhidos em virtude das intenções buscadas em cada espaço. Ao passo que a transparência integra, o concreto se abstém. As paredes estruturais em concreto dividem os espaços, ao passo que as grandes portas deslizantes de vidro trazem a paisagem para o interior da casa.
Os materiais são sinceros. O concreto, vidro, madeira e aço se mostram em sua essência, sem intermediários.
A casa planalto foi concebida como uma casa urbana para a convivência de um casal com 02 filhos e poderia ser considerada como exemplar da arquitetura contemporânea brasileira atual.

.Casa Acapulco | Guarujá, SP


 







.







.

.



.





.



Casa Acapulco
Guarujá, SP
2009

Com uma área construída de 340m² em um terreno de 520,00 m², a residência está implantada em um loteamento na cidade litorânea do Guarujá – SP.
O partido se origina através de quatro eixos perpendiculares ao alinhamento da rua, que definem a residência em três alargadas áreas muito bem marcadas.

Fotos: Marcelo Scandaroli

.Casa Mirante do Horto | São Paulo, SP


 

. “O projeto da residência partiu de uma básica premissa: máximo aproveitamento do terreno para um enorme programa de usos. Assim, a estratégia foi localizar programas específicos e circulações verticais de maneira que os demais recintos gozassem de extrema flexibilidade e amplitude visual, tirando partido da estrutura e volumetria."

.Casa Pernambuco | Guarujá, SP


 

.

Casa Pernambuco
Guarujá, SP
2010

PLANOS E VOLUMES
Nessa breve descrição, não existe uma hierarquização de temas e tampouco houve um esgotamento na argumentação de cada um deles. Apenas escolhi temáticas que me pareceram oportunas e escrevi sobre elas. Assim, esse texto apenas acompanha a obra, pois ainda creio que o gráfico é a principal ferramenta para o entendimento de toda arquitetura apresentada.
Quatro eixos virtuais perpendiculares à rua pública organizam os espaços de distinta natureza dentro de um mesmo envoltório. Nesse esquema percebemos um eixo central vazio que articula duas metades e um terceiro elemento ao fundo que acaba de recintar o pátio posterior.
Apesar de uma primeira leitura volumétrica na fachada frontal, o edifício logo desperta certa dubiedade em estar composto por volumes ou por planos. Le Corbusier depositava na sombra, e na luz por conseqüência, grande parte de suas preocupações referentes a composições arquitetônicas e creio que ela é, neste caso, a condutora de grande parte dessa discussão.
Ao final, o contorno exposto de cada face contra a luz e os desencontros entre os vértices e arestas das partes em questão nos deixa perceber que se trata de uma relação entre planos. Comento isso, não como uma critica à composição volumétrica, apenas clarifico o processo que foi adotado nessa casa e algumas outras posturas que partiram daí. Desde que seu autor assuma o real resultado de sua obra, como o assumem Aalto e Siza em relação à luz, acredito que a arquitetura construída pode ser muito bem fundamentada.
O serviço do lado esquerdo, voltado à face sul, conecta a rua à área que mais avança sobre o muro posterior. Ambientes funcionais e circulação direta são fortes características dessa zona dentro da residência. Essa linearidade faz com que toda a cozinha e churrasqueira, área que chamo de recreio, estejam voltadas para os demais espaços de convivência.
À direita, a sucessão de três salas cria um único grande salão cortado apenas pela escada de acesso ao superior.

.Casa Barra | Rio de Janeiro, RJ


 













Ficha Técnica
Casa Barra
Localização: Barra da Tijuca, RJ, Brasil
Área construída: 638m²
Área do terreno: 915m²
Ano: 2013


A apropriação dos 900 metros quadrados disponíveis para a implantação da casa acontece de maneira bastante direta. Um prisma retangular perpendicular ao alinhamento da rua abriga as funções da casa no pavimento superior e inferior, ocupando apenas metade do terreno e liberando a outra metade para lazer e paisagismo.
O volume superior parece flutuar sobre o pavimento térreo, o que deixa claro o partido arquitetônico: uma barra. A estrutura metálica funciona como uma sucessão de pórticos que estruturam a casa e servem de arestas para a volumetria da academia, na cobertura da casa. Desde esse espaço, conformado por um teto jardim e uma vedação em cobogós azuis, se tem uma vista espetacular da Pedra da Gávea e arredores.
Pela intensa insolação carioca, a fachada oeste foi recoberta com brises reguláveis para que se tenha a correta incidência solar na casa. Assim, uma fachada dinâmica faz com que a casa barra se adapte ao entorno e gere o adequado conforto térmico aos moradores.
Os valores agregados aos materiais como o cromatismo, textura e transparência foram escolhidos em virtude das intenções buscadas em cada espaço. Os materiais são sinceros. O concreto, vidro e aço se mostram em sua essência, sem intermediários.
A casa barra foi concebida como uma casa urbana para a convivência de um casal com 02 filhas e potencializa a relação com o entorno já que estabelece a relação direta no pavimento térreo e a relação visual na cobertura

.Casa Souzas | Campinas, SP


 











Casa Souzas
Localização: Campinas, SP, Brasil
Área construída: 552m²
Área do terreno: 1022m²
Ano: 2013

Projeto de arquitetura do FCstudio para uma residência em Campinas. Esta casa foi projetada para ser um grande belvedere para a bela vista que o terreno oferece na parte posterior.
Os espaços são integrados e divididos em 3 pavimentos que setorizam os usos e permitem ocupações simultâneas. A estrutura está composta por 4 pilares estrategicamente posicionados e lajes planas.

.Casa 3 | São Paulo, SP


 







Casa 3
Localização: Morumbi, SP, Brasil
Área construída: 586m²
Área do terreno: 622m²
Ano: 2013

O declive do terreno e o desnível de seis metros em relação ao vizinho posterior permitem uma vista longínqua que se abre desde o nível da rua. Esse panorama estabelece continuidade entre a copa das árvores do bairro do Morumbi em São Paulo e a silhueta dos edifícios do entorno. A casa, composta por plataformas belvedere, potencializa essa relação e revela ao visitante, de cara, o local onde esta implantada.
Esse projeto foi desenvolvido para dois núcleos familiares que ocuparão a mesma casa. Assim, a construção se divide em 3 volumes e garante independência entre as partes.
O volume intermediário abriga o apartamento dos sogros, isolado funcionalmente do restante da casa dando privacidade e comodismo para o casal de idosos.
O volume superior abriga a área intima do casal com 3 filhas e o volume inferior as áreas comuns, que estabelece relação direta com o terreno e piscina.
A Casa 3 esta composta por espaços integrados para uma intensa convivência social e , ao mesmo tempo, garante a privacidade dos moradores em suas funções diárias

.Condomínio Espaço715 | Valinhos, SP


 



.

.







Memorial
Condomínio espaço715
valinhos_sao paulo
2011

O termo casa está ligado a um universo extenso de significações. Não se refere apenas a um edifício destinado à habitação, uma morada e suas dependências, pode comportar toda uma dimensão diferencial e simbólica.
A casa contemporânea transcende aquilo que se entende por abrigo e assim, a estrutura acompanha espacialmente as novas formas de controle, novos programas sociais, culturais e profissionais. Novos modos de vida urbana e doméstica impulsionam as modificações arquitetônicas.
O projeto ESPAÇO 715 surge como alternativa ao jovem casal que procura espaço para a família em expansão. As quatro diferentes tipologias atendem diferentes momentos dessa expansão e permitem também que, uma mesma tipologia seja convertida nas demais.
O projeto das casas prioriza a flexibilidade de planta, intensa iluminação natural e distinções volumétricas.
O pavimento térreo de 71,5m2 abrigará uma sala de estar, jantar, serviços, cozinha e lazer (pátio posterior) .Dentro desta zona situada no térreo, temos um espaço social para receber amigos e familiares.
O pavimento superior determina a tipologia da casa que, nesse projeto, pode ser nas seguintes configurações.
715W - O espaço de 64,99m2 terá três grandes suítes.
715X - O espaço de 60,7m2 terá uma suíte, dois dormitórios, um escritório e um banheiro completo.
715Y - O espaço de 37,83m2 terá duas suítes. Contará com um grande solário de 31,00m2 com acesso direto, um espaço híbrido (intimo/social).
715Z - O espaço de 27,60m2 terá uma suíte, um closet e um escritório. Contará com um grande solário de 31,00m2 com acesso direto, um espaço híbrido (intimo/social).
Assim sendo, oferecemos ao jovem casal, uma casa flexível e acessível que contem todos os elementos necessários para o desenvolvimento da vida familiar. Mantivemos os elementos simbólicos que remetem ao “lar” e adaptamos os espaços à vida contemporânea.

.Sede Ecoville | Araçariguama, SP


 












Memorial
Sede Ecoville
Araçariguama, SP
2010

O projeto para a nova sede da comunidade Ecoville partiu de uma básica premissa. Aplicacao dos conceitos de sustentabilidade e uma estratégica implantação para um terreno extremamente acidentado.
Como o próprio nome já sugere, a comunidade Ecoville tem como essência a boa relação entre as preexistências e a ocupação humana. Assim sendo, o edifício-sede que representará os moradores, fará o reaproveitamento da água pluvial, terá apenas ventilação natural, utilizará energia solar para aquecimento da água e será construído com materiais que causam menor impacto no meio ambiente.
Teto-jardim, brise-soleil e jardim vertical são mais alguns elementos que compõe o projeto e contribuem para que o edifício apresente pouco impacto visual na paisagem existente, sendo praticamente um mirador aos arredores.

| voltar | principal |